Escrevendo um livro do modo nerd

Recentemente lancei meu segundo e-book, o Zend Framework 2 na prática. Uma grande diferença entre este e o primeiro foi a forma como escrevi o livro.

O primeiro e-book eu usei uma forma mais tradicional: escrevi no Pages (concorrente da Apple para o Microsoft Word) no Mac e depois exportei para PDF e epub (funções nativas do aplicativo). As vantagens dessa abordagem são conhecidas, como a facilidade de acompanhar visualmente o resultado final, corretor ortográfico, etc. A primeira desvantagem que encontrei foi na hora de formatar os códigos, para deixá-los coloridos e com fonte mono-espaçada. Outro problema foi ter que usar uma ferramenta extra para gerar a versão mobi compatível com o Kindle da Amazon.

No segundo livro usei uma abordagem mais “nerd”. Usei um serviço chamado Leanpub que conheci graças a um tweet do @alganet. O Leanpub funciona da seguinte forma: após um rápido cadastro, do usuário e do livro, é solicitada permissão para acessar sua conta no Dropbox. Com o acesso permitido é criada uma pasta compartilhada com o usuário do Leanpub. Nessa pasta você vai escrever o texto do seu livro, cada capítulo em um arquivo separado, no formato Markdown. O Markdown é um formato leve, somente texto, que pode ser facilmente processado e gerar conteúdos em HTML ou o que o usuário desejar. Neste caso o Leanpub processa o Markdown e gera o livro nos formatos PDF, ePub e mobi, não necessitando nenhum passo extra. Algumas vantagens que encontrei usando essa combinação:

O Leanpub é uma ferramenta gratuíta mas ganha dinheiro graças a uma plataforma de venda de livros que eles disponibilizam. Ao final da escrita do livro é possível usar a plataforma deles para fazer a venda, com cobrança pelo Paypal. Neste caso eles ficam com uma pequena porcentagem das vendas do livro, exatamente como qualquer outra loja, como a Amazon ou a iBooks Store. Eu não estou usando essa opção pois optei por usar a ferramenta que havia criado para a venda do primeiro e-book, usando o Pagseguro.

Para completar o pacote nerd eu usei um repositório privado no Bitbucket para fazer o controle de versão dos textos e imagens usadas no livro. Assim eu tenho um histórico e backup das alterações conforme vou escrevendo o livro.

Gostei muito do processo de escrita usando essas ferramentas, tanto o uso do Markdown quanto a versão final gerada pelo Leanpub e já estou planejando o próximo e-book escrito desta forma para 2013.