Se você trabalha com desenvolvimento de software provavelmente já participou de uma “daily meeting”, “daily scrum”, ou “stand-up meeting” (apesar deste nome ter perdido um pouco do sentido durante a pandemia, já que estamos todos sentados na frente dos nossos computadores).

Uma das cerimônias mais comuns das metodologias ágeis como Scrum e Kanban, tradicionalmente ela acontece com as pessoas respondendo as perguntas:

  • O que você fez ontem?
  • O que você fará hoje?
  • Existe/existiu algum impedimento no seu caminho?

O objetivo da reunião é ser um “pulso” diário do andamento do projeto, e quando bem aplicado é de crucial importância para o time.

Nos últimos anos venho usando um formato um pouco diferente e que tem trazido bons resultados. A principal diferença é que ao invés de cada ser focada nas pessoas, a reunião é focada no trabalho sendo realizado. Funciona mais ou menos da seguinte forma:

  • durante a reunião, via Zoom ou Google Meet, abrimos o board de tarefas em uma janela compartilhada;
  • a pessoa que está coordenando a reunião olha para o item que está mais próximo da coluna de “Done” (ou Pronto, ou Em produção, etc) e pergunta: “time, o que falta para movermos esta tarefa para o próximo estágio?";
  • as pessoas que estão trabalhando na tarefa falam qual é o estágio atual do trabalho, se estão enfrentando algum impedimento, se precisam de ajuda;
  • outras pessoas podem se oferecer para ajudar fazendo pair programming ou esclarecendo algo;
  • caso a tarefa esteja precisando de alguma ajuda ou esclarecimento, as pessoas envolvidas combinam de conversar depois da reunião;
  • e o processo segue para as próximas colunas, sempre da direita para a esquerda.

Uma das vantagens que vejo neste formato é que a reunião é muito mais rápida e interessante pois o que está sendo discutido é o trabalho em execução e não o que determinada pessoa fez ou deixou de fazer no dia anterior. Já estive em reuniões tradicionais onde a pessoa se sentiu constrangida ao comentar que no dia anterior não conseguiu render o que esperava porque estava com algum problema pessoal.

Venho usando este formato de reunião em equipes de cinco, seis pessoas e na grande maioria das vezes conseguimos terminar antes dos 15 minutos desejados pelo modelo tradicional. E com todos engajados em colaborar para que as tarefas sejam finalizadas e o fluxo de desenvolvimento evolua rapidamente.

O que acha deste formato? Tem usado algo parecido em seus times? Compartilhe aqui nos comentários suas opiniões e experiências.