Desde 2014 venho fazendo, de tempos em tempos, uma lista dos aplicativos que mais uso, com o objetivo de ajudar a divulgar alguns produtos interessantes.

Uso o Setapp desde 2017 e é um dos melhores investimentos que faço todos os meses. Ter acesso a mais de 230 aplicativos por um valor razoavel (U$ 9.99 por mês) é muito útil. Recentemente precisei editar um PDF, abri o SetApp, baixei o Nitro PDF Pro, editei o arquivo e apaguei o aplicativo. Apenas esse aplicativo custa U$ 129 por ano, um valor proibitivo para este meu caso específico. Além deste caso especial, tem vários aplicativos que uso todos os dias, e vou citá-los abaixo.

Vou continuar usando a mesma divisão que usei na última listagem, em 2020.

Escrever

  • O iaWriter continua sendo meu editor favorito para escrever arquivos Markdown, como esse post. Eu comprei ele alguns anos atrás e até hoje continua sendo útil praticamente todos os dias.
  • Em 2020 eu comecei a usar o Notion e ele se tornou uma extensão da minha memória. Tenho tudo anotado lá, desde rascunhos de posts até trechos de código.
  • O Deckset continua sendo a ferramenta que uso para criar as apresentações que uso nas minhas palestras. No momento eles estão para lançar uma versão do aplicativo para iOS, que estou sendo beta tester e estou gostando bastante.
  • Para escrever as edições da newsletter Mais que Senior estou usando o Substack

Gerenciar o tempo

Continuo usando o método Bullet Journal para organizar o meu dia. Quando lembro de algo que preciso fazer e estou longe do caderno eu uso o Lembretes, do iOS, para anotar a tarefa até que eu possa colocá-la no papel e realizar o trabalho.

Quanto aos compromissos, uso o Google Calendar no computador da empresa e no meu pessoal uso o ótimo Cron. Descobri ele em um tweet do grande Zeno Rocha, entrei na lista de espera para testar e estou gostando muito da ferramenta. Leve e cheio de funcionalidades legais ele é bem útil. Recentemente a empresa foi comprada pela Notion, então vamos ver o que acontece com o produto nos próximos meses.

Depois de dois anos usando o Hey.com eu decidi não renovar a assinatura anual. Apesar de gostar muito da ferramenta, U$99 dolares “apenas” por um serviço de e-mail me pareceu muito caro. Atualmente estou usando uma funcionalidade que a Apple liberou recentemente, para poder configurar um domínio de e-mail customizado para a conta do iCloud. Então uso o meu e-mail pessoal @minetto.dev com a infraestrutura da Apple. No celular estou usando o próprio aplicativo Mail da Apple e no desktop o Newton que faz parte da assinatura do Setapp.

Trabalho

  • Nas últimas versões do macOS a Apple melhorou bastante o aplicativo nativo de Terminal, o que me fez deixar de usar o iTerm2. Cheguei a testar um destes novos terminais que estão sendo criados, como o Warp mas ainda não encontrei nenhuma funcionalidade matadora, que me faça abandonar o terminal da Apple. A mudança mais significativa foi a substituição do zsh pelo fish. Ele é muito leve, com várias funcionalidades nativas, e gostei bastante da forma como os arquivos de configuração são organizados. Junto com ele estou usando o starship para customizar o prompt de comando. Tudo isso com a Nerd font para os icones usados pelo starship e a Jetbrains Mono para o texto.
  • O Goland continua sendo minha ferramenta preferida para desenvolver em Go, minha linguagem principal atualmente. Uso bastante o Visual Studio Code para alguns outros projetos, mas a ferramenta da Jetbrains é muito completa e prática. Como editor rápido de arquivos simples eu uso o CotEditor que é open source.
  • O CleanMyMac é outra ferramenta que vem na assinatura do Setapp que uso pelo menos uma vez por semana para fazer uma limpeza no macOS.
  • Uso o Bartender, que faz parte do Setapp, para organizar a barra de menus do macOS.
  • Substituí o Secrets pelo 1Password. Pago a assinatura anual e vale cada centavo. Além de usar para gerar e armazenar senhas ele também faz o papel de autenticador em duas fases, o que aumenta muito a segurança dos vários aplicativos e serviços que uso. E ele é sincronizado com o celular, o que facilita bastante.
  • Uma aplicação interessante que venho usando nos últimos meses é o Raycast, como substituto ao Spotlight do macOS. Com ele é muito rápido e prático pesquisar aplicativos, documentos e automatizar tarefas, tudo via comandos rápidos. Criei algumas automações usando o Atalhos, da Apple, e uso o Raycast para invocá-los, mas ele tem várias funcionalidades nativas e integrações legais.
  • O AirBuddy é uma ferramenta bem útil, feita por um brasileiro, e que também faz parte do Setapp. Com ele fica muito fácil gerenciar dispositivos bluetooth como o AirPod, mostrando bateria e agilizando a conexão com o computador.
  • Uma das melhores aquisições que fiz no último ano foi a assinatura do Grammarly. É incrível como ele ajuda na hora de escrever textos em inglês. Uso o aplicativo, via navegador, para melhorar a escrita de posts e o plugin para o Safari e para o desktop, para verificar textos conforme são escritos.

Pessoal

Neste quesito eu mudei muito pouco nestes últimos dois anos, então o texto de 2020 continua valendo.

Tem alguma dica de aplicativo? Esqueci de algo? Compartilhe nos comentários :)